O Itaú informou nesta quinta-feira, 20, que a PLR que será paga no dia 27 virá pelo teto. Ou seja, será a regra básica majorada, de 2,2 salários limitados a R$ 19.992,46, mais parcela adicional de 2,2% do lucro líquido distribuído linearmente com teto de R$ 3.388,00 – descontado o que foi pago na primeira parcela depositada no segundo semestre do ano passado.

A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) assinada ao final da Campanha Nacional dos Bancários de 2013 estabelece como regra básica da PLR o pagamento de 90% do salário mais valor fixo de R$ 1.694,00 – limitada a R$ 9.087,49 individualmente. Mas se a soma desses valores ficar abaixo de 5% do lucro líquido do banco, a regra básica da PLR salta para 2.2 salários, com teto de R$ 19.992,46. Como o lucro recorde de R$ 15,8 bilhões do Itaú em 2013 ficou abaixo dos 5%, será paga a regra básica majorada.

Pela Convenção Coletiva, a parcela adicional é determinada pela divisão linear da importância equivalente a 2,2% do lucro líquido pelo número total de funcionários, até o limite individual de R$ 3.388,00.

Dos valores, tanto da regra básica quanto da parcela adicional, que cada bancário do Itaú receberá no dia 27, será descontado o que já foi pago na primeira parte da PLR, depositada no dia 25 de outubro do ano passado.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: