A juíza Sabrina de Faria Fróes Leão, em atuação da I Seção de Dissídios Individuais do TRT/MG, concedeu liminar em favor do Banco do Brasil para suspender os efeitos da decisão da 9ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte que determinava o pagamento integral dos salários para os bancários do BB que aderiram à greve geral do dia 30 de junho.

A decisão foi proferida em Mandado de Segurança impetrado pelo banco depois que foi intimado para quitar o dia 30 de junho dos funcionários que aderiram à greve. Segundo a juíza Sabrina Leão, por se tratar de uma mobilização de apenas um dia, “o respectivo desconto não se traduz em afronta do direito de greve”.

O Sindicato discorda flagrantemente da decisão e adotará as medidas cabíveis ao restabelecimento da decisão proferida na Ação Civil Pública nº 0010902-83.2017.5.03.0009. O número do Mandado de Segurança impetrado pelo BB é 0010836-33.2017.5.03.0000.

Para Luciana Bagno, que é funcionária do BB e diretora do Sindicato, esta é “uma decisão lamentável, da qual iremos recorrer e fazer todo o possível para reverter”.

Compartilhe: