Teve início nesta sexta-feira, 25, a 16ª Conferência Nacional dos Bancários que definirá a pauta de reivindicações da categoria para a Campanha Nacional de 2014. O evento, que vai até o domingo, dia 27 de julho, contará com diversos painéis temáticos e debates sobre questões ligadas aos trabalhadores e à conjuntura brasileira.

Nesta sexta-feira, já foram realizados dois painéis. O primeiro, sobre Emprego e Reestruturação Produtiva, contou com a presença do juiz do Trabalho, Grijalbo Fernandes Coutinho, da pesquisadora do Centro de Pesquisas 28 de Agosto, Ana Tércia Sanches, e das técnicas do Dieese, Vivian Machado e Bárbara Vasquez.

Já o segundo painel, que contou com a presidenta do Sindicato dos Bancários de BH e Região, Eliana Brasil, na composição da mesa, tratou de Condições de Trabalho e Remuneração. Participaram do painel Roberto Heloani, que é especialista em organização do trabalho da Unicamp e FGV, Ademar Orsi, doutor em Administração de Empresas pela FEA/USP, e de Regina Camargos, que coordena a Rede Bancários do Dieese.

A Conferência Nacional prossegue na tarde desta sexta com mais dois painéis. O primeiro, chamado “Em Defesa da Democracia – Ditadura Nunca Mais”, conta com a presença de Adriano Diogo, deputado estadual (PT) e presidente da Comissão da Verdade da Assembleia Legislativa de SP, e de Rose Nogueira, que preside o Grupo Tortura Nunca Mais de São Paulo e é ex-presa política, companheira de cela de Dilma Rousseff. Já o segundo, abordará o “Plebiscito sobre Constituinte do Sistema Político” com a participação do presidente da CUT, Vagner Freitas, e do diretor executivo da CUT, Júlio Turra. Ao final do dia, será realizada a abertura sonele da Conferência.

Os painéis e a abertura serão transmitidos ao vivo pelo site da Contraf-CUT e podem ser acompanhados clicando aqui.

Compartilhe: