Com muita alegria e descontração, o Sindicato levou às ruas do centro de Belo Horizonte a 20ª edição de seu Carnaval Sem AIDS/DST e Bloco do Pirulito nesta terça-feira, 5. Da concentração na porta da sede da entidade até o esperado momento de vestir o “Pirulito” da Praça Sete com uma camisinha gigante, os participantes da festa esbanjaram energia e contagiaram toda a população que transitava pela região.

Com o mote “Vacilou e não usou camisinha? Faça o teste!”, o Bloco do Pirulito levou a todos, mais uma vez, informações sobre a importância da prevenção contra o vírus HIV e as doenças sexualmente transmissíveis e também sobre o papel essencial do teste que diagnostica estas doenças.

O carnaval teve início na porta do Sindicato, onde foi realizada a concentração animada pelo trio elétrico e pela presença da bateria e passistas do Grêmio Recreativo e Escola de Samba Cidade Jardim. Com muito samba e irreverência durante a concentração e todo o trajeto do desfile, foram distribuídos folderes e camisinhas à população. O grupo de teatro Cia dos Aflitos – que tem apresentado esquetes nas agências bancárias como parte do Carnaval Sem AIDS/DST – também acompanhou o Bloco durante todo o desfile.

O samba-enredo de 2013 enfatiza a importância do teste da AIDS e foi entoado no trio elétrico pelo seu compositor e puxador de samba, Enilson Nascimento, pelo puxador de samba P.Sé Diminuta, que integra a equipe de puxadores da Mangueira, no Rio de Janeiro, e acompanhado pelo cavaquinho de Joel Swing.

Durante o desfile,o Bloco do Pirulito percorreu as ruas dos Tamoios, Curitiba e seguiu pela avenida Amazonas até chegar à Praça Sete, no quarteirão fechado da rua Rio de Janeiro. No local, mais pessoas se juntaram à festa dos bancários e se divertiram ao som da bateria. Também na Praça Sete, a Corte Momesca do carnaval de 2013 de Belo Horizonte, com o rei momo Léo de Jesus, a rainha Graziele Lizânia e a princesa Mariene Luiza Lopes, se juntou ao bloco, sambando com os foliões e animando ainda mais a festa.

Um dos momentos mais esperados foi a colocação da camisinha gigante no “Pirulito”, gesto simbólico de alerta à necessidade do sexo seguro e que voltou a ser realizado após 20 anos. Com ajuda de um caminhão guindaste, os bancários vestiram o monumento e o ato foi aplaudido por todos que estavam no local.

Para a diretora de Cultura do Sindicato, Eliana Brasil, a festa marca mais um ano da luta do Sindicato para conscientizar e combater a epidemia da AIDS e das DST. “Fico muito emocionada por termos, depois de 20 anos, repetido o ato de vestir o ‘Pirulito’. Nossa trajetória com o Carnaval Sem AIDS/DST, que vem desde 1994, acompanhou a evolução da conscientização da população, o surgimento de novos tratamentos e o aumento na expectativa e qualidade de vida dos portadores do vírus HIV. Em 2013, reforçamos a importância do diagnóstico que, assim como a prevenção, é essencial para o controle da AIDS e das DST”, afirmou.

O sucesso de mais uma edição confirma o importante papel do Carnaval Sem AIDS/DST e do Bloco do Pirulito na abertura do carnaval de Belo Horizonte. Mais uma vez, o Sindicato dos Bancários de BH e Região cumpre o seu compromisso de levar informação de maneira alegre e descontraída para a população. Hoje e amanhã, a festa continua nas cidades de Sete Lagoas e Itaúna.

Abaixo segue a programação:

Sete Lagoas/MG – Hoje – 06/02/2013 (quarta-feira)
11h – Grito de Carnaval com apresentação do samba enredo do Bloco do Pirulito – Concentração na Praça do CAT JK -Tenda com atividades interativas com a população sobre sexo seguro (apoio SESC/MG – Sete Lagoas e Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas)
11h30 às 16h – Apresentação de esquetes teatrais nas agências bancárias

Itaúna/MG – Amanhã – 07/02/2013 (quinta-feira)
11h – Apresentação de esquetes teatrais nas Escolas Públicas de ensino médio
16h – Desfile do Bloco do Pirulito na abertura do carnaval de Itaúna

Compartilhe: