Entre os dias 25 e 27 de novembro, o Sindicato, representado pela funcionária do Bradesco e diretora, Maristela Miranda, participou do 3º Encontro Nacional de Mulheres Bancárias promovido pela Contraf-CUT em São Paulo. Com o tema “Não mexe comigo que eu não ando só”, o evento contou com a participação de cerca de 150 dirigentes sindicais.

Durante as palestras e debates, foram tratadas questões ligadas à defesa da autonomia das mulheres como um fator fundamental para garantir o exercício de seus direitos humanos em um contexto de plena igualdade. Também foi abordada a importância do controle sobre o próprio corpo, a geração de renda e de recursos próprios e a participação das mulheres na tomada de decisões que afetam sua vida e sua coletividade.

Ao final do evento, foi ainda aprovado e eleito o primeiro Coletivo Nacional de Mulheres, que tem por objetivo debater e formular políticas para as questões de gênero no sistema financeiro nacional. Até então, as discussões sobre gênero vinham sendo realizadas pela CGROS (Comissão de Gênero, Raça e Orientação Sexual), mas não em caráter orgânico.

Para a diretora do Sindicato, Maristela Miranda, os debates foram intensos e destacaram as condições de discriminação ainda vividas pelas mulheres em sua incorporação ao mercado de trabalho. “Somente com a luta pela emancipação as mulheres poderão transformar radicalmente esta situação e se impor na sociedade capitalista sob uma ótica feminista, ocupando seu espaço público e político”, afirmou.

Confira abaixo as palestras que foram ministradas durante o Encontro Nacional:

– Palestra sobre a filósofa e economista Rosa Luxemburgo

– Análise de conjuntura com Néstor Bercovich – representando a divisão de assuntos de gênero da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal) e Erika Kokay, deputada federal (PT/DF)

– “Articulação entre Trabalho Produtivo e Trabalho Reprodutivo”, com Marilane Oliveira Teixeira – economista, pesquisadora do Cesit/Unicamp e assessora sindical

– “Trabalho, Corpo e Subjetividade”, com o professor Giovanni Alves, da Unesp Marília

– “Uma avaliação do Pró-equidade nos Bancos Públicos”, com Gláucia Fraccaro – pesquisadora e membro do Comitê de Pesquisas

– “Paridade na CUT e as ações das mulheres em 2014”, com Carmen Foro – vice-presidenta da CUT Nacional

– “Reforma Política e as Mulheres”, com Juvândia Moreira Leite – presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região

– “Campanha da UNI Américas por Equidade de Gênero”, com Briceida Gonzalez – Diretora Regional UNI Américas

Compartilhe: