Proposta pelo Sindicato que apurou um erro no pagamento da PLR já que o Banco Itaú não levou em conta a incorporação, a ação que envolve a incorporação da gratificação semestral na Participação nos Lucros e Resultados para os empregados do ex-Bemge agora está em fase de cálculos. Na justiça, a tese do Sindicato foi vitoriosa em todas as instâncias por onde a ação transitou.

O Juiz da 24ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte determinou a realização de perícia no processo 01509.2005.024.03.00.6, para se estimar o valor do crédito devido a cada ex-bemgeário que recebeu PLR nos anos de 2000 a 2005. Para o encargo foi designada a contadora Izabel Bernardo Borges, que tem 30 dias, a partir do dia 15 de maio, para a entrega de seu laudo. Este prazo fixado pelo juiz termina em 14 de junho.

Para o diretor do Sindicato,  Ted Silvino, a apuração dos valores é complexa e envolve a análise de milhares de documentos, existindo a possibilidade de a perita pedir um tempo maior para finalizar os cálculos.  “O Sindicato, no entanto, está acompanhando de perto o andamento o processo e divulgará todas as informações pertinentes a esta fase da ação”, ressaltou.

 

Compartilhe: