Foto: Freepik

 

O Sindicato dos Bancários de BH e Região recebeu, na última semana, alguns questionamentos por parte de bancários acerca da impossibilidade de se exercer home office em cidade diferente daquela em que se encontra o setor ao qual o funcionário está vinculado. Esta foi uma reivindicação dos sindicatos.

Os questionamentos surgiram após uma reunião ocorrida com o gerente da Dipes, Esau Borba, na qual ele afirmou não fazer muito sentido o funcionário ter que trabalhar na mesma cidade, mas que não foi o aprovado com os sindicatos e que ele acredita haver espaço para melhorar a questão.

“A fala do Gerente da Dipes reforça o nosso entendimento de que esse é um desejo da categoria e que poderemos sim avançar nesse sentido se houver espaço por parte do banco. A representação dos funcionários do BB na mesa cobrou do banco mais flexibilidade e não foi atendida, mesmo havendo outros entendimentos dentro do próprio banco”, afirmou a funcionária do BB e diretora do Sindicato, Mabel de Lavor.

O Acordo de Teletrabalho, firmado entre os sindicatos e o Banco do Brasil em dezembro de 2020 garante equipamentos, acessórios, mobiliários e ajuda de custo aos funcionários e funcionárias em home office, e passará a vigorar após finalizado o período de pandemia.

 

Compartilhe: