Após cobranças do Sindicato, a Prefeitura de BH alterou o decreto de reabertura da cidade e os bancos vão manter o funcionamento das agências até no máximo as 14h, como foi acordado. Inicialmente, o decreto estipulava o horário das 10h às 16h. Nesta quarta-feira, 27, a determinação foi retirada.

Desde que a PBH publicou o decreto 17.361, no dia 22 de maio, o Sindicato atuou para que fosse seguido o acordo feito com os bancos. Por meio da Contraf-CUT e em contato com a Fenaban, a entidade cobrou responsabilidade com a saúde e destacou que o Banco Central também emitiu, em 19 de março, uma circular determinando que os bancos ajustassem o horário de atendimento durante a pandemia.

Sendo assim, a PBH assinou o decreto 17.363, no dia 26 de maio, retirando a definição de horário para os serviços bancários. A publicação foi feita no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira, 27.

“Agimos para impedir que os bancos utilizassem o decreto da Prefeitura de BH para modificar o que foi definido nas negociações. O Sindicato, desde o começo da pandemia, está atento e fiscaliza, diariamente, as condições de trabalho e a situação dos trabalhadores para defender a saúde da categoria e de toda a população”, afirmou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: