Após a paralisação coordenada pelo Sindicato dos Bancários de BH e Região, no dia 29 de outubro, os bancários lotados nas agências do Itaú, em Betim, conquistaram uma segunda operadora de plano de saúde. O ato de paralisação e protesto contra a precarização do Plano de Saúde do Itaú ocorreu em cinco das seis agências do banco instaladas no município.

Desde maio deste ano, o Sindicato insistiu com o banco para resolver a carência da rede credenciada e, principalmente, o problema da falta de credenciamento com o hospital de Betim, que teve o convênio com o Itaú Saúde cancelado.

Segundo informações do banco, a base de dados dos colaboradores, seus dependentes e agregados lotados na cidade de Betim já foi enviada para a central do plano para a emissão das carteiras. Dessa forma, os funcionários do Itaú lotados em Betim passam a ter dois planos de saúde com as mesmas condições de custo vigentes.

Para o funcionário do Itaú e diretor do Sindicato, Ramon Peres, foi a união dos bancários lotados em Betim, organizados pelo Sindicato, que garantiu essa vitória. “Os bancários se uniram e enfrentaram o banco, cobrando um plano de saúde melhor. Agora, com as duas operadoras, os trabalhadores terão a rede de médicos ampliada e, principalmente, a volta do atendimento no hospital da cidade”, afirma.

Segundo Ramon, a conquista dos bancários do Itaú em Betim afirma a força da base sindical formada pelo Sindicato dos Bancários de BH e Região. “Mais uma vez, ficou clara a importância destes bancários pertencerem à base do terceiro maior sindicato de bancários do país, entidade forte e atuante, com 80 anos de história na luta em favor dos trabalhadores”, ressalta.

Compartilhe: