Após paralisar as atividades da agência Diamante do Bradesco, em Contagem, na segunda-feira, 25, e nesta terça-feira, 26, e pressionar por mais segurança, o Sindicato obrigou o Bradesco a assumir o compromisso de instalar porta de segurança e biombos na unidade de trabalho. Há mais de um ano, a entidade vem cobrando providências em relação à falta de segurança na agência, que fica em uma rota de fuga e onde a ocorrência de crimes de saidinha de banco é muito grande.

Em Contagem, assim como em Belo Horizonte, existe uma lei municipal (nº 4.344/2010) que obriga as agências bancárias a “instalar divisórias entre os caixas e o espaço reservado para clientes que aguardam atendimento, proporcionando privacidade às operações financeiras”. Mesmo assim, em claro desrespeito a seus funcionários, clientes e usuários, o Bradesco vem descumprindo a legislação nas unidades de trabalho.

A ação do Sindicato, neste início de semana, forçou o banco a mudar de atitude e se comprometer a instalar equipamentos de segurança na agência Diamante em data que será informada até a próxima segunda-feira, dia 2 de dezembro.

Em Belo Horizonte, após muita pressão e mobilização do Sindicato, o Bradesco se comprometeu a instalar biombos em todas as agências, além de portas giratórias com detector de metais.

Para o funcionário do Bradesco e diretor do Sindicato, Paulo Correa, o compromisso assumido pelo Bradesco é mais uma vitória do Sindicato na luta por mais segurança nas agências. “Temos cobrado, insistentemente, que o Bradesco cumpra a legislação e que trate com respeito seus funcionários, clientes e usuários. Esta foi mais uma conquista e continuaremos lutando para garantir a instalação dos equipamentos nas unidades de trabalho”, afirmou.

Compartilhe: