Foto: Alessandro Carvalho

Entre os dias 24 e 26 de abril, bancárias e bancários cutistas de Minas Gerais realizaram o 1º Congresso da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Minas Gerais (Fetrafi-MG/CUT) e elegeram a nova diretoria da entidade. O evento foi realizado Hotel Tauá Resort, no município de Caeté. e contou com mais de 100 participantes, sendo 90 delegados eleitos em suas respectivas bases.

A base de BH e região foi representada por 44 delegadas e delegados eleitos em Assembleia Geral Extraordinária realizada na sede do Sindicato no dia 1º de abril.

Durante o Congresso, os participantes realizaram mesas temáticas para tratar da atual conjuntura política e econômica e debateram os desafios da categoria bancária e os rumos do movimento. Na sexta-feira , 24, o presidente da Fenae, Jair Ferreira, e o secretário-geral da Contraf-CUT, Carlos Souza, guiaram as discussões da mesa temática chamada “Diretrizes da Hegemonia na Sociedade”, realizada no primeiro dia do Congresso.

Já no sábado, uma análise da conjuntura estadual foi feita pela presidenta da CUT-MG, Beatriz Cerqueira, juntamente com Frederico Melo, que é técnico do Dieese. No mesmo dia, o evento contou ainda com debates sobre as “Diretrizes da ação sindical da Fetrafi-MG/CUT” com a participação do presidente da Contraf-CUT, Roberto Von der Osten (Betão).

No domingo, 26, após a realização dos debates, delegadas e delegados elegeram o Conselho Fiscal da Fetrafi-MG e a nova diretoria que comandará a Federação nos próximos quatro anos, com a presidência de Magaly Fagundes. A Fetrafi-MG é filiada à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e representa 8 sindicatos de diversas regiões de Minas Gerais, abrangendo mais de 50% dos trabalhadores bancários do estado.

“O Congresso foi um grande sucesso e marcado pela unidade e pela democracia. Bancárias e bancários mineiros puderam eleger aqueles que nos representarão pelos próximos anos à frente de nossa Federação, dando continuidade à luta da categoria bancária em Minas Gerais e em nível nacional”, afirmou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.