Os bancários de Minas Gerais realizam, de hoje, 28 de junho, até o domingo, 30, sua 15ª Conferência Estadual dos Trabalhadores do Ramo Financeiro. O evento, organizado pela Fetraf-MG, ocorrerá no Hotel Fazenda Tauá, distrito de Roças Novas, no município de Caeté, e é aberto a todos os trabalhadores e trabalhadoras do ramo financeiro da base dos sindicatos filiados à Federação.

Os eixos temáticos da Convenção Estadual serão os mesmos que nortearão a Conferência Nacional e foram definidos em reunião do Comando Nacional, realizada em São Paulo em maio de 2013. Dentro do tema Emprego, serão discutidas questões como fechamento de postos de trabalho, rotatividade e terceirização; no tema Reestruturação Produtiva do Sistema Financeiro serão abordados o banco do futuro, correspondentes bancários e bancos pelo celular; dentro de Remuneração, serão discutidos aumento real, Plano de Cargos e Salários (PCS) e piso salarial; já dentro de Condições de Trabalho serão tratadas as metas e a segurança bancária. Dentro dos quatro grupos temáticos será tratada também a estratégia de campanha.

A Conferência Nacional contará com os delegados natos compostos pelos 35 representantes no Comando Nacional, sendo um representante de cada uma das dez federações, um da Contraf-CUT e um representante de cada um dos seguintes sindicatos: ABC, Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Ceará, Curitiba, Espírito Santo, Florianópolis, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo, Sergipe e Pernambuco. Os delegados eleitos somam o total de 696 bancários entre delegados e observadores, sendo que minas Gerais tem direito a 38 delegados e quatro observadores.

Cada federação é responsável por organizar a sua Conferência Regional que deverá privilegiar os debates e remeter os assuntos polêmicos para deliberação na Conferência Nacional. A condição para ser delegado à Conferência Nacional é que o bancário tenha participado de sua Conferência Regional e lá tenha sido eleito.

Para o presidente do Sindicato, Cardoso, a participação de todos os bancários na Conferência Estadual é de suma importância para a elaboração da pauta de reivindicações dos bancários mineiros a ser apresentada na Conferência Nacional que será realizada em São Paulo, entre 19 e 21 de julho. “A Conferência Estadual será a grande oportunidade da categoria amadurecer o debate sobre os principais problemas enfrentados pelo trabalhador bancário e elaborar uma pauta que contemple todas as nossas justas reivindicações”, ressaltou.

Compartilhe: