Representantes dos funcionários do Santander definiram, no dia 8 de agosto, sexta-feira, em São Paulo, a pauta de reivindicações específicas para a renovação do acordo aditivo do Santander à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). A vigência termina no próximo dia 31 de agosto, assim como o prazo do acordo do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e os termos de compromisso Cabesp e Banesprev.

O Sindicato realiza, nesta quarta-feira, 13, assembleia para que funcionárias e funcionários da base de BH e Região possam deliberar sobre a aprovação das pautas de reivindicações. A entrega dos documentos à direção do banco está marcada para a quinta-feira, 14, em São Paulo.

A elaboração da pauta ocorreu durante a reunião ampliada da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, no auditório da Contraf-CUT, com a participação de mais de 50 dirigentes sindicais de todo o país. Houve atualização de várias demandas da minuta anterior, entregue em 2012, bem como a inclusão de novas propostas. Entre os temas tratados estão as melhorias nas condições de trabalho e de remuneração e a valorização dos trabalhadores.

Durante a reunião, o Dieese apresentou o balanço do primeiro semestre do Santander, que apurou lucro líquido gerencial de R$ 2,864 bilhões. O resultado significa 19% do lucro global do banco espanhol, que foi de 2,756 bilhões de euros.

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SANTANDER

Data: 13 de agosto de 2014, quarta-feira.
Horário: às 18h em primeira convocação e às 18h30 em segunda convocação.
Local: sede do Sindicato, na rua Tamoios, 611, no Centro de Belo Horizonte.
Em pauta: discussão e deliberação sobre a aprovação da pauta de reivindicações específicas do Santander e sobre o acordo aditivo do Programa de Participação de Resultados (PPRS) para o exercício 2014.

Compartilhe: