Nesta quinta-feira, 19 de outubro, bancárias e bancários do Banco do Brasil e da CAIXA realizam Assembleia Geral Extraordinária, para discutir e deliberar sobre o ingresso do Sindicato com ações coletivas na Justiça (detalhes abaixo). A Assembleia será realizada às 18h em primeira convocação e às 18h30 em segunda convocação no Salão Diamante do Hotel Normandy, no centro de Belo Horizonte.

Durante a Assembleia, o Departamento Jurídico do Sindicato também prestará esclarecimentos sobre a reforma trabalhista em seus aspectos gerais e específicos.

Confira as ações que estarão em pauta:

Banco do Brasil

– Incorporação de gratificação para os trabalhadores descomissionados sem justo motivo em razão da reestruturação promovida pelo Banco na base sindical

– Ação de Declaratória do Direito de Incorporação de gratificação para aqueles trabalhadores ainda não descomissionados e que já completaram mais de 10 anos na função, caráter preventivo em razão da alteração normativa provocada pela Lei 13.467/17

– Ação de horas extras, 7ª e 8ª horas, para os cargos de Assistentes e/ou Analistas

CAIXA

– Incorporação de gratificação para os trabalhadores já descomissionados sem justo motivo, incluindo as rubricas CTVA, APPA e Porte na base de cálculo da gratificação incorporada

– Ação de Declaração do direito à incorporação da gratificação para aqueles trabalhadores ainda não descomissionados e com mais de 10 anos na função, caráter preventivo em função das inovações provocadas pela Lei 13.467/17

– Ação de horas extras, 7ª e 8ª horas, dos Supervisores de Atendimento e Canais e Assistentes da CAIXA

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE BANCÁRIOS DA CAIXA E DO BANCO DO BRASIL

Data: 19 de outubro de 2017, quinta-feira.

Horário: às 18h em primeira convocação e às 18h30 em segunda convocação.

Local: Hotel Normandy – Salão Diamante – Rua dos Tamoios, 212, 3º andar – Centro – Belo Horizonte.

Em pauta: discussão e deliberação sobre autorização para o SEEB-BH e Região, na qualidade de substituo processual, após avaliação de viabilidade, ingressar em juízo com ações coletivas na Justiça (mais detalhes no edital).

Compartilhe: