capa

Fotos: Alessandro Carvalho

No terceiro dia de greve da categoria bancária, cresceu a adesão dos trabalhadores. Na base de BH e região, as atividades foram paralisadas em 35% das unidades de trabalho. Em todo o Brasil, foram 8454 agências e 38 centros administrativos paralisados. O movimento nacional começa forte e mostra a indignação dos bancários com a proposta rebaixada apresentada pelos bancos no dia 29 de agosto.

Nesta quinta-feira, 8, o Sindicato realizou ato em frente à agência Comércio do Bradesco, no centro de Belo Horizonte. Durante a concentração, os trabalhadores destacaram as reivindicações da Campanha Nacional 2016 e cobraram respeito por parte dos bancos.

Mais uma vez, foi realizada apresentação de esquete teatral da Cia dos Aflitos, que mostrou à população de Belo Horizonte, com bom humor, a ganância dos banqueiros e a importância da luta dos trabalhadores.alc_9342

O recorde de adesão à greve pressionou os bancos a chamar novamente os representantes dos bancários para negociar. Nesta sexta-feira, 9 de setembro, a partir das 11h, o Comando Nacional dos Bancários volta a se reunir com a Fenaban para debater a pauta de reivindicações.

Um novo ato será realizado pelo Sindicato visando mobilizar ainda mais a categoria. A concentração ocorrerá nesta sexta a partir das 12h em frente à agência do Santander da avenida Getúlio Vargas, 1245, na Savassi.

“Nesta sexta-feira, realizaremos mais uma mesa de negociação e exigimos da Fenaban uma proposta decente. A categoria vem mostrando sua força e deixa claro que não aceitará o descaso dos bancos. A mobilização e a participação dos bancários em nossos atos são fundamentais para garantir avanços”, ressaltou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.

 

Confira, abaixo, mais fotos desta quinta-feira, 8:

 

 

Compartilhe: