Representantes da categoria retomarão, no dia 14 de julho, as negociações da mesa temática de Igualdade de Oportunidades com a Fenaban. Na mesa, que será realizada em São Paulo, os trabalhadores esperam debater algumas pendências que ficaram do último encontro, realizado em março deste ano.

A maior expectativa fica por conta da pesquisa Censo da Diversidade 2014. Os representantes dos bancários cobram a divulgação de todos os dados da pesquisa, e não apenas de um recorte que só interessa aos bancos, como ocorreu.

Outra proposta da Comissão de Gênero, Raça, Orientação Sexual e Trabalhadores com Deficiência (Cgros) que aguarda retorno da Fenaban é a promoção de debates com a participação de representantes do movimento sindical, da Fenaban, intelectuais e especialistas. A intenção é que o primeiro trate de Gênero e Raça e o segundo sobre da questão LGBT e Pessoas com Deficiência (PCD).

Mais um tema que deve voltar à mesa é o combate ao assédio sexual. O assunto foi tratado durante a Campanha Nacional 2014 e retomado na primeira reunião deste ano. Na ocasião, a Cgros enfatizou a necessidade de definir as bases da campanha com ações conjuntas com os bancos, passando pela sensibilização dos bancários e bancárias, promoção de palestras no locais de trabalho, debates e mensagens pela intranet e publicações.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: