O Banco do Brasil efetuou o pagamento da segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) no início da tarde desta segunda-feira, 12, mesmo dia em que ocorre a distribuição de dividendos aos acionistas, conforme solicitado pelos representantes dos trabalhadores.

“O pagamento da PLR no mesmo dia em que é feita a distribuição dos dividendos aos acionistas é um fruto de negociação histórica, desde quando passamos a assinar o acordo em sua totalidade”, lembrou Wagner Nascimento, diretor do Sindicato e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB).

Nos primeiros acordos, o BB chegou a propor pagar a PLR em 30 dias após o pagamento efetuado aos acionistas. A Contraf-CUT e a CEBB conseguiram reduzir o prazo para 10 dias e, atualmente, o pagamento é efetuado no mesmo dia.

O Banco do Brasil lucrou R$ 11,1 bilhões em 2017, o que representa um crescimento de 54,2% em doze meses e 15,9% no trimestre. No segundo semestre de 2017, o crescimento do lucro foi de 14,1%, na comparação com o primeiro semestre.

“O resultado foi obtido graças ao esforço dos funcionários e funcionárias do banco, que, mesmo em condições de trabalho desfavoráveis, têm exercido seu trabalho com competência. Esperamos que o reconhecimento não venha apenas por meio da PLR, mas também nas demais cláusulas do acordo coletivo que será negociado neste ano”, cobrou Wagner Nascimento.

Veja, abaixo, a tabela com os valores a serem pagos:

 

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: