Fotos: Alessandro Carvalho

Em mais uma edição do Carnaval Sem Aids/DST promovido pelo Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte, o Bloco do Pirulito levou, nesta terça-feira, 25, muita alegria e informação à população de Belo Horizonte. Durante a festa, os foliões tomaram as ruas do centro da capital mineira com muita música, animação e compromisso social na luta pela prevenção e no combate à Aids e a outras doenças sexualmente transmissíveis.

Na manhã de terça-feira, o Sindicato esteve presente em agências bancárias da região central de Belo Horizonte, levando a bancárias e bancários a apresentação de esquetes teatrais bem humoradas com a Cia dos Aflitos. Nos locais de trabalho, também foram distribuídos os kits com folder informativo, camisinhas e pirulitos personalizados do bloco de carnaval.


Foto: Arquivo Sindicato

A partir das 16h, no quarteirão fechado da rua Tamóios, em frente à sede do Sindicato dos Bancários, teve início o Boteco do Pirulito, que realizou o aquecimento dos participantes com marchinhas de carnaval de várias épocas e com o samba-enredo do Bloco.

O samba-enredo do Carnaval Sem Aids/DST enfatizou, mais uma vez, a importância do teste da AIDS e foi entoado no trio elétrico pelo seu compositor e puxador de samba, Enilson Nascimento, e pelo puxador de samba P.Sé Diminuta. A bateria da Escola de Samba Cidade Jardim, parceira do Carnaval Sem Aids/DST há mais de dez anos, também participou da festa.

Por volta de 19h, o desfile do Bloco do Pirulito, que contou com um trio elétrico e foi acompanhado por vários foliões, tomou as ruas do Centro da capital mineira, partindo da rua Tamóios e passando pela rua Curitiba e pela avenida Amazonas até chegar à praça Sete, onde foi realizado um grande carnaval.

Para trazer ainda mais brilho à festa, a Corte Real Momesca de Belo Horizonte eleita em 2014, com o rei Momo Getúlio Ramalho, a rainha Renata Ribeiro e a princesa Yaralis Teles, acompanhou o Bloco do Pirulito durante o aquecimento, o desfile e o carnaval na Praça Sete. O grupo de teatro Cia dos Aflitos, que apresentou esquetes nas agências bancárias, também marcou presença em todos os momentos do Bloco do Pirulito.

A diretora de Cultura do Sindicato dos Bancários, Eliana Brasil, enfatizou a importância do 21º Carnaval Sem Aids/DST, que mais uma vez distribuiu alegria e conscientização à população de Belo Horizonte. “Com orgulho, fomos mais uma vez para as ruas para cumprir nossa importante missão na luta contra a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, levando nossa alegria, irreverência e informação sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento, assim como o combate ao preconceito aos portadores do HIV”, afirmou.

Hoje e amanhã, a festa continua nas cidades de Sete Lagoas e Itaúna.

Confira a programação:

Sete Lagoas/MG – 26 de Fevereiro (quarta-feira)

11h
Grito de Carnaval com apresentação do Samba-enredo do Bloco do Pirulito
Local: Concentração na Praça do CAT JK

11h30 às 16h
Apresentação de esquetes teatrais
Local: Agências Bancárias

Itaúna/MG – 27 de Fevereiro (quinta-feira)

11h
Apresentação de esquetes teatrais
Local: Agências Bancárias

16h
Desfile do Bloco do Pirulito

Compartilhe: