O Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) foi desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) como forma de avaliar, anualmente, o desempenho das operadoras de planos de saúde.

Considerando os dados avaliados pela Agência Reguladora, a Cassi apresentou resultado global, em 2016 (ano base 2015) de 0,8205 pontos. Ou seja, encontra-se no intervalo máximo de pontuação, o que corresponde a um intervalo entre 0,8 e 1,0. Com isto, ela se mantém entre uma das melhores autogestões no ranking de avaliação da ANS.

Mais informações estão no 31º boletim Prestando Contas Cassi, publicado nesta terça-feira, 21 de fevereiro.

Clique aqui para ver o boletim na íntegra.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: