Nesta quinta-feira, 29, o Bradesco informou ao movimento sindical que vai antecipar o pagamento da segunda parcela da PLR para o dia 6 de fevereiro. Esta era uma demanda dos funcionários e sindicatos de todo o Brasil que vinham cobrando do banco, nos últimos meses, a antecipação do pagamento. Será paga a PLR cheia, equivalente a 2,2 salários, limitada a R$ 21.691,82 e descontados os valores antecipados na primeira parcela no ano passado.

Também será paga, no dia 6, a PLR adicional correspondente à distribuição de 2,2% do lucro líquido entre todos os trabalhadores do banco, limitada a R$ 3.675,98, também descontado o que foi adiantado em 2014.

Lucro recorde

Também nesta quinta-feira, o Bradesco anunciou um lucro recorde de R$ 15,359 bilhões em 2014, sendo o maior de sua história e representando um crescimento de 25,9% em relação a 2013. As operações de crédito cresceram 6,5% em doze meses, atingindo um montante de R$ 455,1 bilhões, sendo 31% deste total relacionado às operações com pessoas físicas, que cresceram 8,2% em relação a 2013 e atingiram R$ 141,4 bilhões.

O Índice de Inadimplência superior a 90 dias manteve-se estável em relação ao 4º trimestre de 2013, ficando em 3,5%. O banco elevou suas despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDD) em 7,2% em 12 meses, atingindo montante de R$ 14,5 bilhões.

A receita com prestação de serviços mais a renda das tarifas bancárias cresceram 12% no último ano, totalizando R$ 21,8 bilhões. Já as despesas de pessoal subiram 10,7%, chegando a R$ 13,1 bilhões. Com isso, a cobertura dessas despesas pelas receitas secundárias ficou em 150,74% no 4º trimestre de 2014, 1,75% a mais que em 2013.

Bancou fechou 5 mil postos de trabalho em 2014

Apesar do crescimento do lucro, o Bradesco fechou 4.969 postos de trabalho em 2014, andando mais uma vez na contramão da economia brasileira, que no ano passado gerou 396.993 novas vagas.

Conforme análise do Dieese, o número de empregados em dezembro de 2014 foi de 95.520, contra 100.489 funcionários em dezembro de 2013, representando uma queda de 4,9%. Segundo o banco, a redução inclui a transferência de 2.431 funcionários da Scopus Tecnologia para a IBM Brasil, vendida em novembro do ano passado.

Mas além dos 4.969 postos de trabalho fechados em 2014, o Bradesco também encerrou as atividades de 15 agências e 100 PA’s (Posto de Atendimento), enquanto os correspondentes bancários (Bradesco Expresso) cresceram em 3.155 unidades.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: