O Bradesco respondeu formalmente ao movimento sindical, na noite desta quarta-feira, 8, e afirmou que suspenderá as demissões durante o período da pandemia de coronavírus. Com isso, consolida-se uma importante conquista da negociação coletiva envolvendo o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (federação dos bancos).

Agora, os três maiores bancos privados do país – Itaú, Santander e Bradesco – já acataram a reivindicação de suspender as demissões.

O Bradesco garantiu ainda que vai distribuir máscara de acrílico a todos os bancários que estão nas agências fazendo o atendimento da população e máscaras de pano para os bancários de departamento.

O banco também disse que flexibilizará o final do plano do Seguro Bradesco para os trabalhadores que saíram no PDV em 2018 e tiveram seus planos encerrados agora, durante a pandemia. Quem estiver nesta situação e precisar de atendimento médico deve entrar em contato com o Viva Bem, que o Bradesco irá avaliar caso a caso.

O Sindicato, assim como todo o movimento sindical bancário, segue avançando no combate ao Covid-19.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

 

Compartilhe: