Na tentativa de enfraquecer a greve que é cada vez mais forte em todas as agências, departamentos e centros administrativos da CAIXA na base de BH e Região, as SR BH SUL e BH Norte estão fazendo contingenciamento e tirando os funcionários das agências que ainda não aderiram à greve e mandando para a GIRET, onde é feita a conformidade do trabalho realizado pelos correspondentes bancários.

Para o presidente do Sindicato, Cardoso, está claro que essa atitude da CAIXA  tem o objetivo de enfraquecer o movimento, explorando trabalhadores terceirizados que são os correspondentes bancários. “É um absurdo que um banco público que deveria exercer a sua função social atendendo dignamente o trabalhador, use o trabalho de terceirizados, que apesar de exercerem as mesmas funções do trabalhador bancário, ganham muito menos e não possuem nenhum direito. O Sindicato é contra a terceirização e continuará denunciando essa exploração do trabalhador feita pela direção da CAIXA”, afirmou.

 

Cardoso lembrou que de acordo com um estudo feito em 2011 pela CUT e pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o trabalhador terceirizado fica 2,6 anos a menos no emprego, tem uma jornada de três horas a mais semanalmente e ganha 27% a menos. Além disso, a cada 10 acidentes de trabalho, oito acontecem entre terceirizados.

 

“Essa exploração feita pela CAIXA tem que acabar. Ao invés de o banco dar um atendimento digno para o trabalhador que precisa utilizar os seus serviços para obter os recursos do FGTS, PIS, Bolsa Família e de outros programas do governo federal, ele é expulso das agências. É inaceitável que esses clientes sejam impedidos de entrar nas agências e empurrados para as casas lotéricas que não têm segurança e com as suas filas enormes muitas deixam os seus usuários a mercê do sol e da chuva, pois não oferecem mínima condição de atendimento. Em vez de usar correspondentes bancários, a CAIXA tem é que contratar mais empregados para atender melhor e de maneira digna o povo brasileiro”, criticou Cardoso.

 

Compartilhe: