O desrespeito aos empregados continua a todo o vapor na CAIXA. Mesmo com a liminar que suspende a reestruturação da área de varejo, propiciando mais prazo para que o tema seja discutido e esclarecido aos empregados, o banco surpreendeu os trabalhadores com dois novos anúncios: de um novo dimensionamento da rede executiva de habitação, na última sexta-feira, 21, e da nova mensuração de resultados da rede de varejo, nesta sexta, 28.

“É inadmissível que o banco, que está com o primeiro processo suspenso, abra uma nova reestruturação – também com os prazos curtos – e ainda divulgue as metas dos novos cargos que nem foram assumidos pelos empregados. E tudo isso sem nenhuma negociação com a representação dos trabalhadores”, criticou Dionísio Reis, coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa).

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: