A CAIXA pagou de forma incorreta a primeira parcela da PLR na última semana. O banco fez o adiantamento de apenas 70% do valor. No caso dos trabalhadores que pagam pensão alimentícia, o banco adiantou apenas 50%. Segundo a CAIXA, o valor restante será pago no dia 20 de setembro.

O imposto e os encargos a serem pagos são conhecidos pelo banco. Para o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados, Dionísio Reis, é um absurdo a CAIXA errar no pagamento. “O adiantamento previsto para esse ano não era de 60%, como era nos anos anteriores, e, além disso, a CAIXA não pagou a antecipação da primeira parcela como foi combinado, na sua totalidade. Isso dá uma grande diferença no valor em comparação aos outros anos. O banco deve complementar até o dia 20, pelo acordo coletivo”, explicou.

O valor total foi calculado proporcionalmente aos dias trabalhados em 2018, conforme a Remuneração Base (RB) do empregado vigente em 1 de setembro de 2018, composta por:

PLR Fenaban

A parcela de regra básica é a soma de 90% da RB vigente em 1/9/18 com o valor fixo de R$ 2.355,76, limitado a R$ 12.637,50.

A parcela de regra adicional é composta por 2,2% do lucro líquido, apurado em 2018, dividido pelo número total de empregados elegíveis, em partes iguais, até o limite individual de R$ 4.711,52.

PLR Social

A PLR Social é 4% do Lucro Líquido apurado em 2018, distribuído de forma linear, proporcionalmente aos dias trabalhados em 2018, para todos os empregados, vinculada ao desempenho de indicadores da CAIXA e em programas de governo.

Na Parcela Complementar, a CAIXA garantirá até uma Remuneração Base (proporcional aos dias de efetivo exercício em 2018) a todos os empregados, ainda que a soma da PLR Fenaban e PLR Social não atinja este teto, limitando-se o somatório das parcelas Fenaban e CAIXA a 15,25% do Lucro Líquido Ajustado.

O lucro líquido estimado para 2018 foi de R$ 9,021 bilhões, enquanto o total de dias de efetivo exercício de todos os empregados da CAIXA no ano de 2018 foi de 31.265.403 dias.

Para o cálculo do número de dias de efetivo exercício, foram descontados os afastamentos consignados nesse ano, previstos no ACT PLR aditivo à CCT. Nos termos dos acordos firmados, a 1ª parcela da PLR 2018 corresponde a 50%.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: