A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco conquistou, junto ao banco, uma reivindicação histórica. Os bancários terão a redução da taxa de juros, para crédito de 60 meses, de 2,72% para 2,34%. O pleito é constante na minuta específica. Outra conquista é que os funcionários terão a modalidade de crédito consignado.

Este é considerado um importante avanço levando em conta o momento econômico e político, apesar de o banco não ter atendido 100% da reivindicação dos trabalhadores. Como o empréstimo para o funcionário tem retorno garantido e praticamente não há risco para o negócio, a COE avalia que a taxa poderia ser ainda menor.

O artigo 27 da minuta específica de reivindicações dos bancários do Bradesco reivindica que a taxa para crédito pessoal aos funcionários da instituição não deverá ultrapassar o valor da CDI taxa efetiva + 0,5% a.m., independente do prazo.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: