O Comando Nacional dos Bancários iniciou, na manhã desta quarta-feira, 16, em São Paulo, a quinta rodada de negociação da Campanha Nacional 2015 com a Fenaban. Estão em discussão as reivindicações de remuneração, como reajuste salarial de 16% (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), PLR de três salários mais R$7.246,82 e piso de R$3.299,66.

Após quatro rodadas de negociação com a Fenaban e mesas específicas com a CAIXA e com o Banco do Brasil, os bancos continuam se recusando a atender reivindicações da categoria. Nesta terça-feira, 15, o adoecimento dos bancários foi o destaque da rodada extra de negociação. Durante a reunião, os bancos assumiram, pela primeira vez, que há problemas nos locais de trabalho que precisam ser solucionados juntamente com os trabalhadores.

Nesta sexta-feira, 18, novas rodadas de negociações específicas serão realizadas com a CAIXA e o Banco do Brasil. Os representantes dos empregados da CAIXA tratarão das reivindicações sobre contratação, condição das agências e jornada de trabalho com o banco. Já os representantes dos funcionários do BB cobrarão respostas sobre as reivindicações ligadas a remuneração e plano de carreira.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: