O Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) se reúnem, na manhã de segunda-feira, 30, para dar continuidade às negociações sobre as medidas a serem implantadas pelos bancos no enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus.

O Comando vai cobrar respostas sobre as reivindicações que apresentou na última reunião, que ainda não tenham sido implementadas pelos bancos, como, por exemplo, o compromisso de não demitirem trabalhadores durante o período em que perdurar o estado de calamidade e/ou a pandemia no país. Dos três maiores bancos privados do país, o Bradesco foi o único que ainda não assumiu este compromisso.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: