Foto: Contraf-CUT

 

O Comando Nacional dos Bancários se reuniu, na sede da Contraf-CUT, na tarde desta quinta-feira, 26, para discutir estratégias da Campanha Nacional dos Bancários 2018. A defesa da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) foi o principal tópico do debate.

De acordo com a presidenta da Contraf-CUT e coordenadora do Comando Nacional, Juvandia Moreira, é preciso defender a renovação do acordo coletivo e para isso a unidade é fundamental. “Precisamos considerar a conjuntura. Estamos num cenário difícil e temos que discutir como nos organizar e fazer a articulação para sairmos vitoriosos. É necessário defender a CCT, fazer campanhas, mostrar a história e conscientizar a população que tudo o que conquistamos é resultado de luta. É muito importante permanecermos unidos e reforçar a mobilização contra a efetivação da Reforma Trabalhista”, afirmou.

A implementação da Reforma Trabalhista liberou as instituições bancárias para realizarem a demissão em massa. Prova disso, foi a abertura de Programas de Demissão Voluntaria (PDV) pela CAIXA, pelo Banco do Brasil e Bradesco. Com a redução de postos de trabalho nos bancos, vem crescendo a pressão sobre os bancários nas unidades.

Mídia da Campanha Nacional dos Bancários 2018

A secretaria de Comunicação da Contraf-CUT apresentou uma proposta de mídia para a Campanha Nacional dos Bancários 2018 e o Comando Nacional irá avaliar na próxima reunião.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: