O Comando Nacional dos Bancários espera que a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) mude sua proposta para a categoria na negociação marcada para este sábado às 11h. Ontem, na nona rodada de negociação, os representantes dos bancos apresentaram a proposta de reajuste salarial zero.

A proposta da Fenaban foi rejeitada pelo Comando Nacional. Com zero de reajuste, sem nenhuma reposição da inflação, haverá perda de 2,65% nos salários de acordo com dados do Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas (Dieese).

Ao longo da semana de negociações, os bancos só apresentaram propostas que representam a retirada de direitos, como a redução de até 48% da PLR e a redução de 55% para 50% da gratificação de função. Também querem acabar com a 13ª cesta alimentação.

A Fenaban, até agora, ignorou as reivindicações da categoria definidas na Conferência Nacional a partir de consulta com cerca de 30 mil bancárias e bancários. Na Consulta, foram definidos eixos de luta fundamentais como aumento real e da PLR, regulamentação do teletrabalho e manutenção dos direitos conquistados ao longo de anos de negociação.

Para a terça-feira, 25, está marcada a realização de assembleias nas bases dos sindicatos. Não está descartada a possibilidade de uma greve.

 

Para acompanhar as notícias, siga o Sindicato: Facebook | Twitter | Instagram

Compartilhe: