Começou nesta sexta-feira 6, em São Paulo, os congressos nacionais dos trabalhadores do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, que discutirão e aprovarão suas pautas específicas de reivindicações para a Campanha Nacional dos Bancários 2014.

É 30º Congresso Nacional dos Empregados da CAIXA (Conecef) e o 25º Congresso Nacional dos Funcionários do BB.  Os encontros, que terminam no domingo 8, serão realizados em espaços distintos do hotel Holliday Inn, no Parque Anhembi.

Depois de aprovarem suas demandas específicas, que serão negociadas com as direções dos dois bancos públicos, os trabalhadores do BB e da CAIXA participarão da 16ª Conferência Nacional dos Bancários, de 25 a 27 de julho, em Atibaia, interior de São Paulo, quando será decidida a pauta geral de reivindicações de toda a categoria, a ser negociada com a Fenaban.
 

Empregados da Caixa abrem 30º Conecef
 
Começou nesta sexta-feira 6 o 30º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Econômica Federal (Conecef), para discutir e aprovar a pauta específica de reivindicações da Campanha Nacional dos Bancários 2014. O encontro, que termina domingo (8), será realizado no Hotel Holiday Inn, no Parque Anhembi, em São Paulo (SP).

Participam do Congresso 345 delegados, 131 aposentados e 47 observadores. Ele é organizado pelo Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), assessorada pela Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa).

Os bancários da CAIXA tomaram para si este processo democrático, aprofundando os debates já a partir de fóruns em suas cidades e regiões. O Conecef é um momento de coroar toda essa importante construção e fortalecer a organização dos trabalhadores, já que trata das questões específicas da vida dos empregados. A partir daí é que se definem as pautas de reivindicações específicas e das negociações com o banco, tanto da campanha nacional da categoria quanto das mesas permanentes.
 
As condições de trabalho estão no centro dos debates em que os empregados questionam  e buscam forma de resistir a à pressão por produtividade, à cobrança pelo cumprimento das metas abusivas, ao assédio moral e ao excesso de carga de trabalho.

PROGRAMAÇÃO

 

SEXTA-FEIRA – DIA 6

14h – Abertura dos Trabalhos pela CEE/Caixa.
14h30 – Homenagem pelos 30 anos do Conecef.
15h – Votação do Regimento Interno.
15h30 – Exposição e debate sobre conjuntura.
17h – Apresentação e defesa das teses.

 

SÁBADO – DIA 7

9h – Instalação e início dos trabalhos dos grupos.

Grupo 1: Saúde do trabalhador e condições de trabalho / Saúde Caixa. Grupo 2: Funcef / aposentados.
Grupo 3: Segurança bancária / condições de funcionamento das agências / terceirização / carreira.
Grupo 4: Papel social da Caixa / contratação / isonomia / Sipon / jornada.

O item da “Organização do Movimento” será debatido em todos os grupos.

14h – Retomada dos trabalhos.
16h30 – Plenária geral: apresentação dos relatórios dos grupos.

 

DOMINGO – DIA 8

9h – Plenária geral: debate sobre organização do movimento e outros assuntos.
11h – Plenária geral: conclusão dos debates sobre organização do movimento e outros.
12h30 – Plenária geral: votação das moções.
13h – Encerramento

 

 
25º Congresso dos Funcionários do BB
 

Começou nesta sexta-feira 6, e vai até domingo 8, o 25º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, que discutirá e aprovará a pauta específica de reivindicações para a Campanha Nacional dos Bancários 2014. Participarão do encontro, em São Paulo, 341 delegados e delegadas eleitos em encontros estaduais ou assembleias, além de 17 observadores.

Nesta quinta-feira 5, a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, que assessora a Contraf-CUT nas negociações com o banco, passou o dia inteiro em reunião na sede da Confederação, em São Paulo, sistematizando as propostas aprovadas nos eventos preparatórios, a fim de identificar e organizar os consensos e as polêmicas. Também foram analisadas as oito teses inscritas, verificando igualmente os pontos convergentes e os divergentes, a fim de facilitar os debates.

 Os representantes dos funcionários trabalharam muito  para sistematizar todas as proposições enviadas de todo país, buscando criar as melhores condições para aprofundar ao máximo as discussões e fortalecer o processo democrático e participativo, para que os delegados possam aprovar deliberações para reforçar a luta e a mobilização dos funcionários do BB. Com isso, esperam  viabilizar que as delegações, que já estão chegando de todo o país, possam ampliar os debates sobre o papel de um banco público de verdade que o BB precisa assumir no próximo período.

Más condições de trabalho

O Congresso e a Campanha Nacional deste ano acontecem em um momento muito importante para o funcionalismo tanto no cenário nacional quanto em relação ao que os trabalhadores  estão vivendo dentro das unidades de trabalho. A conjuntura é de Copa do Mundo seguida de eleições gerais, o que faz o país viver um clima de maior discussão sobre a vida nacional.

Programação

 

Sexta-feira, dia 6
20h – Abertura política no plenário geral
21h – Votação do regimento interno

 

Sábado, dia 7

10h – Análise de conjuntura com o Dieese
11h – Apresentação das teses
15h às 19h – Grupos
1- Remuneração e condições de trabalho;
2- Saúde e Previdência;
3- Organização do movimento;
4- Banco do Brasil e o Sistema Financeiro Nacional

Domingo, dia 8

10h às 13h – Deliberações finais no plenário geral

 

Compartilhe: