A Comissão de Gênero, Raça e Orientação Sexual (CGROS) da Contraf-CUT realizou, nesta quinta-feira, 11, a reunião para definir a agenda de ações para 2021. O encontro contou com a participação dos coletivos de Mulheres, Combate ao Racismo, Pessoas Com Deficiência (PCD) e LGBTQI.

Na reunião, foram somadas as propostas dos coletivos em temas dentro das políticas sociais. Foram pensadas ações como jornadas de formação, seminários e atuação junto aos sindicatos e aos bancos. Foi definido também que, até o final do primeiro semestre, serão realizados seminários sobre gênero, combate ao racismo, PCD e LGBTQI. Além disso, as reuniões da CGROS serão mensais, a mesma periodicidade das reuniões dos coletivos.

A CGROS também vai realizar eventos, campanhas em datas importantes na sua área de atuação, com materiais e ações em redes sociais. O Coletivo de Mulheres também vai participar de um curso de formação sobre feminismo, como início no próximo dia 24.

Em vários depoimentos na reunião, ficou clara a importância de se enfrentar o conservadorismo emanado pelo governo federal e que tem manifestações locais fortes.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: