A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) completa sete anos de lutas e conquistas neste sábado, dia 26 de janeiro. A entidade foi fundada em 2006, durante uma assembleia em Curitiba, ampliando o espaço de atuação da extinta Confederação Nacional dos Bancários (CNB-CUT), construída em 1992, e assumindo a representação dos trabalhadores do ramo financeiro.

A entidade coordena o Comando Nacional dos Bancários e representa mais de 90% de todos os bancários do Brasil. Ao longo desses sete anos, a Contraf-CUT fortaleceu a unidade nacional da categoria e esteve à frente de todas as campanhas salariais, consolidando a Convenção Coletiva Nacional de Trabalho, que completou 20 anos em 2012, válida para funcionários de bancos públicos e privados de todo país.

A Contraf-CUT é também referência internacional para os trabalhadores de todo mundo. É filiada à UNI Global Union, o sindicato mundial que representa cerca de dois milhões de trabalhadores da área de serviços.

Com a força da unidade nacional e da mobilização, os bancários concretizaram sonhos e ampliaram conquistas. Em 2012, os trabalhadores arrancaram aumento real pelo nono ano consecutivo, elevação dos pisos e melhoria na participação dos lucros, além de importantes avanços sociais.

Para o presidente do Sindicato, Cardoso, a criação da Contraf-CUT representou um grande avanço para a categoria. “O reconhecimento da entidade, filiada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), como verdadeira representante dos trabalhadores do ramo financeiro foi uma importante conquista. Desde então, foram sucessivas vitórias. Enquanto prevaleceram a Contec e a Federação pelega da rua Sergipe à frente das negociações com os banqueiros, foram inúmeros os prejuízos da categoria, como assinatura de acordos rebaixados, reajuste zero e perda de importantes direitos. Hoje, com a Contraf-CUT e os sindicatos filiados assumindo a direção do movimento, passamos a negociar realmente defendendo os interesses dos bancários e exigindo melhorias que garantiram e ampliaram efetivamente as conquistas da categoria”, afirmou.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: