Nos últimos dias, o movimento sindical recebeu questionamentos de bancários do Santander considerados do grupo de risco por causa da pandemia causada pelo coronavírus (covid-19) e que estão afastados do trabalho. Diante das dúvidas, os representantes da categoria entraram em contato com o banco.

Em resposta, o Santander informou que os trabalhadores que já concluíram o tempo de licença médica de 14 dias e cujo período de férias coletivas está terminando deverão permanecer em casa. O banco estenderá o período de férias para mais 15 dias.

São considerados do grupo de risco, portadores de doenças crônicas como diabetes e hipertensão, asma, indivíduos acima de 60 anos, além de gestantes.

Neste momento, a luta é pela saúde e pela preservação da vida. Por isso, o movimento sindical atua para garantir que as pessoas possam ficar em casa, sem perda de salário e com garantia do emprego.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

 

Compartilhe: