Foto: Michael Melo / Metrópoles

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) apresentou, na Câmara dos Deputados, na quarta-feira, 17, um Projeto de Lei (PL 461/2021) que altera a Lei 9.491 de 1997 e inclui o Banco do Brasil no Programa Nacional de Desestatização. Mesmo se aprovada, porém, a proposta terá que ser alterada por uma Lei Complementar, que deve ter origem no Executivo.

O parlamentar, que sempre atuou como instrumento da política de privatização do governo, justifica o projeto alegando que é muito “simples” privatizar o BB. Com isso, ignora o papel social do banco e os lucros produzidos por funcionárias e funcionários para a União.

“O deputado, infelizmente, parece não ter o menor conhecimento do papel dos bancos públicos, da importância do Banco do Brasil para o país. Quem será que ele acha, por exemplo, que oferece crédito às pequenas, médias empresas e, principalmente, à agricultura?”, questionou Márcio Chaves, funcionário do BB e diretor do Sindicato.

CAIXA

Apesar de, em sua justificativa, o deputado dizer que existem peculiaridades que dificultam a privatização da CAIXA, por ela fazer parte do sistema nacional de habitação e por controlar as loterias, também existe risco neste sentido. Isto porque, no texto, o parlamentar exclui o banco dos dispositivos que vedam participações acionárias na empresa.

Mobilização

As entidades representativas da categoria bancária estão reforçando a mobilização para defender os bancos públicos. É possível mostrar contrariedade ao PL 461 por meio de enquete no site da Câmara dos Deputados. Acesse aqui.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: