Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

A comissão especial da Câmara dos Deputados destinada a analisar a reforma trabalhista aprovou, nesta terça-feira, 25, o parecer do relator Rogério Marinho (PSDB-RN). Foram 27 votos a favor e 10 contrários.

Este é mais um golpe contra os trabalhadores brasileiros. A proposta do governo Temer usa como justificativa uma suposta “modernização” para flexibilizar importantes direitos conquistados.

O texto, agora, segue para o plenário da Câmara dos Deputados e pode ser votado já nesta quarta-feira, 26 de abril.

Trabalhadores de todo o país se mobilizam para enfrentar o desmonte de Temer e realizarão, nesta sexta-feira, 28, uma grande Greve Geral. A adesão de todas e todos é fundamental diante da gravidade das propostas do governo e da pressa pela sua aprovação.

Confira, abaixo, os 27 deputados que VOTARAM CONTRA OS TRABALHADORES:

PMDB
Celso Maldaner – SC
Valdir Colatto – SC
Daniel Vilela – GO
Mauro Pereira – RS

PP
Jerônimo Goergen – RS
Lázaro Botelho – TO
Ronaldo Carletto – BA

DEM
Carlos Melles – MG
Eli Corrêa Filho – SP

PRB
Silas Câmara – AM

PSC
Arolde de Oliveira – RJ

PTB
N. Marquezelli – SP

PTN
Renata Abreu – SP

SD
Laercio Oliveira – SE

PR
Bilac Pinto – MG
Luiz Nishimori – PR
Magda Mofatto – GO

PSD
Herculano Passos – SP
Goulart – SP

PROS
Toninho Wandscheer – PR

PSDB
Elizeu Dionizio – MS
Vitor Lippi – SP
Rogério Marinho – RN

PSB
Fabio Garcia – MT

PPS
Arnaldo Jordy – PA

PV
Evandro Gussi – SP

PSL
Alfredo Kaefer – PR

Compartilhe: