Com o lema “Levante essa bandeira. Sem camisinha não dá”, o Bloco do Pirulito do 19º Carnaval sem AIDS/DST, do Sindicato dos Bancários de BH e Região, desfilou nesta terça-feira, 14 de fevereiro, levando muita irreverência pelas principais ruas do Centro de Belo Horizonte. A concentração e a abertura do Boteco do Pirulito foi a partir das 17 horas em frente a sede do Sindicato (Rua Tamóios, 611 -Centro). Às 17h30 houve o Grito de Carnaval com ensaio geral do samba-enredo e lançamento do CD do Bloco do Pirulito. Em seguida, começou o desfile animado pela bateria da Escola de Samba Cidade Jardim (BH), com participação de mulatas que concorreram à Rainha e Princesa do carnaval de BH 2012. O desfile seguiu pela rua Curitiba e avenida Amazonas, até o obelisco da Praça Sete que  ganhou iluminação especial fazendo alusão à importância do uso da camisinha como forma de prevenção contra a Aids/DST.

 

Os destaques ficaram por conta da participação de P.Sé Diminuta, integrante da equipe dos puxadores de samba da Mangueira (RJ) 2012, Enilson Nascimento, compositor da Unidos da Tijuca (RJ) e autor do samba enredo do Bloco do Pirulito e Joel Swing no cavaquinho. A Corte Momesca de BH 2012 também marcará sua presença no desfile.

 

O Projeto Carnaval Sem AIDS/DST realizado pelo Sindicato dos Bancários de BH e Região, com o apoio do SESC Minas, Belotur , APCEF-MG, Prefeitura Municipal de BH, prefeitura de BH, prefeitura de Sete Lagoas e de Itaúna chega a sua 19ª Edição esbanjando alegria e descontração em mais uma campanha de conscientização sobre a importância da prevenção no combate ao vírus HIV e às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).

Desde 1994, o projeto leva alegria e informação para a população sobre a necessidade de se prevenir. Nesta edição, o Projeto Carnaval Sem AIDS/DST busca estimular a responsabilidade dos jovens em relação a sua saúde sexual. Não somente em relação à prevenção da gravidez precoce, mas principalmente sobre a importância do uso da camisinha como único método eficaz contra a contaminação das AIDS/DST.


Estudos apontam que o receio de contrair o HIV e outras doenças faz com que a maioria dos jovens não abra mão da camisinha apenas na primeira relação sexual. Com o tempo, no entanto, o medo da Aids cai por terra, e só fica o receio de uma gravidez indesejada.

Durante o desfile do Bloco do Pirulito foram distribuídos kits com preservativos e texto alertando para a necessidade da população se conscientizar de que a AIDS/DST não afeta apenas o outro, mas que todos estão vulneráveis. Nesta quarta-feira, 15 de fevereiro o Bloco do Pirulito marca presença em Sete Lagoas.

Compartilhe: