Em reunião realizada nesta terça-feira, 27, na sede da Fenae, em Brasília, as entidades representativas dos empregados ativos e aposentados da CAIXA, como a Fenae, a Fenacef e a Fenag, decidiram pela manutenção do Fórum para debater as questões relacionadas à Funcef. Antes denominado Fórum de Dirigentes de Entidades com Representantes Eleitos na Funcef, ele passa a ser denominado Fórum das Entidades Nacionais pela Funcef.

Essa instância de debate no âmbito do movimento associativo dos empregados da CAIXA foi criada, em 26 de abril de 2007, com o objetivo de aprofundar o debate sobre a Funcef e buscar aproximação das representações dos empregados da CAIXA com diretores e conselheiros eleitos.

O objetivo agora é que as entidades continuem os debates sobre a Funcef para continuar atuando em defesa dos interesses dos participantes. Entre as questões importantes a ser tratadas estão, por exemplo, a incorporação do REB pelo Novo Plano e o contencioso jurídico.

As ações judiciais foram um dos temas debatidos na reunião desta terça-feira. O Fórum decidiu solicitar um parecer jurídico sobre medidas que podem ser adotadas para cobrar da patrocinadora, a CAIXA, sua responsabilidade nas ações judiciais ajuizadas pelos participantes e que geram impacto financeiro na Funcef. Cerca de 16 mil ações estão em curso, o que representa uma provisionamento de R$ 1,2 bilhão por parte da Funcef.

O custo administrativo para a Fundação está estimado em aproximadamente R$ 15 milhões. Grande parte delas se refere a questões trabalhistas, que nada têm a ver com a Fundação, mas com a patrocinadora. É o caso, por exemplo, de ações para recebimento do tíquete-alimentação, cesta alimentação, Complemento Temporário Variável de Ajuste de Mercado (CTVA) e horas extras.

O Fórum fez também uma avaliação das eleições da Funcef realizadas em maio deste ano. A próxima reunião dos dirigentes das entidades deverá ocorrer na segunda quinzena de julho, com data a ser definida.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Fenae

Compartilhe: