Foto: Arquivo Sindicato

Após vencer ação na Justiça por melhorias no Plano de Saúde do Itaú, o Sindicato realizou, nesta sexta-feira, 16, em sua sede, nova negociação com representantes do banco para cobrar respostas em relação às reivindicações apresentadas anteriormente. No primeiro encontro, realizado no dia 3 de abril deste ano, os representantes dos funcionários cobraram a melhoria do Plano de Saúde, principalmente em relação à ampliação da rede credenciada e à autorização de exames e procedimentos.

Nesta sexta-feira, o Itaú afirmou que ações já foram implementadas para solucionar os problemas denunciados pelos bancários. O banco informou que foi realizado um mapeamento da rede, que constatou que há déficit na rede credenciada de Belo Horizonte e região em relação a algumas especialidades médicas e que já contratou uma profissional para atuar especificamente na reestruturação da rede. Além disso, está disponível o atendimento a funcionários que desejarem apresentar sugestões de médicos através do telefone 3270-7360 ou presencialmente, na Fundação de Saúde Itaú, localizada na rua Curitiba, 689, 10º andar, no centro de Belo Horizonte.

O Itaú também informou aos representantes dos funcionários que está em curso o trabalho de credenciamento das especialidades deficitárias e também a busca pelo recredenciamento de médicos que deixaram de atender pelo Plano de Saúde.

A partir do dia 23 de maio, será disponibilizado também, a funcionárias e funcionários, um canal exclusivo por e-mail para a indicação de médicos que desejam atender através do Plano e será atualizada a listagem de médicos credenciados no site da Fundação.

Por fim, o banco afirmou que está reavaliando e realinhando as rotinas internas de autorização de exames e procedimentos médicos, incluindo as cirurgias, assim como reforçando os processos e canais de atendimento junto às empresas responsáveis por esses procedimentos.

Dentro de um mês, o Itaú deverá dar novo retorno ao Sindicato em relação às ações implementadas.

Para o funcionário do Itaú e diretor do Sindicato, Antônio Guimarães (Magaiver), o processo de negociação é muito importante para que se busquem soluções que tragam de volta a qualidade do Plano de Saúde. “O Sindicato continuará cobrando do banco a reestruturação da rede e a desburocratização para a autorização de exames e procedimentos médicos. A contribuição de funcionárias e funcionários também é fundamental para que possamos resolver os problemas do Plano de Saúde e para conquistarmos mais qualidade, com uma rede credenciada que realmente atenda às necessidades de todos”, afirmou.

Compartilhe: