A CAIXA irá fazer a transferência dos empregados da carreira administrativa, sem função gratificada, que atualmente estão nas unidades da Matriz para agências. O objetivo, segundo informou o banco, é para reforçar as equipes e apoiar o atendimento da rede de Varejo.

Ao todo, 124 empregados serão realocados e receberão as orientações sobre como será feita a mudança. Os trabalhadores também receberão a listagem com as unidades recebedoras para indicação. Os gestores imediatos irão comunicar sobre a medida. Os empregados terão um prazo de 15 dias para fazer a escolha da unidade.

De acordo com a coordenadora da coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), Fabiana Uehara Proscholdt, as mudanças exigem cautela. “A CaAIXA deve ter cuidado ao fazer as transferências. Estamos tratando de pessoas e as suas vidas. Elas fizeram construções, decisões importantes ao escolherem ir para a Matriz. Por isso, as decisões dos empregados devem ser respeitadas. Sabemos que o trabalho na Rede é de suma importância para a empresa, mas as pessoas devem ser consideradas”, avaliou.

Fabiana destacou ainda que a CAIXA precisa dar mais condições de trabalho para os empregados da Rede. “Um dos problemas das agências é a falta de condições de trabalho e isso implica na falta de pessoas e sistemas mais efetivos. Um movimento importante que a CAIXA precisa fazer é ampliar as contratações. Isso vai melhorar a qualidade de vida e laboral dos empregados que estão na rede, mas também reflete no melhor atendimento para a população”, afirmou.

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com a Contraf-CUT

 

Compartilhe: