Foto: Contraf-CUT

Os bancários do Itaú, do Bradesco, do Santander, do Mercantil e do CCB Brasil (antigo BIC Banco) concluíram, no início da tarde desta quinta-feira, 8, o Encontro Nacional dos Funcionários dos Bancos Privados.

O evento começou na noite de terça-feira, 6, com os bancários de todos os bancos. Na manhã do dia seguinte, novamente todos juntos, ouviram apresentação do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) sobre os impactos que a reforma trabalhista poderá causar à classe trabalhadora e, especificamente, à categoria.

O Dieese, juntamente com a Faculdade 28 de Agosto, também apresentou dados sobre o uso da tecnologia pelos bancos e as consequências desta prática sobre o emprego e as relações de trabalho. Em seguida, os coordenadores do Comando Nacional dos Bancários destacaram as estratégias da Campanha Nacional dos Bancários deste ano.

Posteriormente, os funcionários de cada banco se reuniram para debater questões específicas e definir planos de luta.

Confira mais detalhes nos links abaixo:

Bradesco

Itaú

Santander

Mercantil do Brasil

CCB Brasil (antigo BIC Banco)

Homenagem

Os bancários de todos os bancos homenagearam Sebastião Geraldo Cardozo, o Tião, falecido no dia 31 de março, vítima de infarto fulminante.

Tião era vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores de São Paulo (CUT/SP). Antes havia sido presidente do Sindicato dos Bancários de Araraquara por dois mandatos (1987-1990 e 1993-1996) e da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP) por três gestões (2001-2009). Tião assumiu a presidência da CUT-SP em janeiro de 2009 e conduziu o processo de transição até a realização do 12º CECUT, quando foi eleito secretário Geral da CUT/SP para a gestão 2009/2012. No 13º CECUT, foi reeleito ao mesmo cargo e, no 14º CECUT, foi eleito à vice-presidência da CUT-SP para a gestão 2015-2019.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: