Os bancos, setor mais lucrativo da economia, querem retirar direitos conquistados há décadas pelos bancários. Na mesa de negociação desta quinta-feira, 20, a Fenaban propôs retirar a 13ª cesta alimentação e diminuir a gratificação de função de 55% para 50%. Não apresentou proposta para as demais reivindicações dos bancários. Na mesa anterior, na terça-feira, 18, a Fenaban já havia proposto reduzir a PLR dos bancários em até 48%. O Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta na mesa.

O presidente do Sindicato, Ramon Peres, que integra o Comando Nacional e participa das negociações, destacou que a postura dos bancos é absurda e deixa a categoria bancária indignada. “Este é um desrespeito à nossa Convenção Coletiva de Trabalho e aos bancários e bancárias que estão trabalhando, batendo metas e dando lucros bilionários aos banqueiros. Não aceitamos que ataquem desta forma nossos direitos e vamos reforçar a mobilização”, afirmou.

Uma nova negociação ocorrerá nesta sexta-feira, 21, às 11h. Uma hora antes, haverá mobilização no Twitter, Facebook e Instagram, com recado aos bancos de que os bancários não aceitam nenhum direito a menos.

É fundamental que a categoria participe das mobilizações nas redes sociais. A Campanha Nacional deste ano é atípica, mas bancárias e bancários permanecem unidos na mobilização virtual.

Assembleia na terça, 25

Diante das propostas da Fenaban, extremamente prejudiciais aos trabalhadores, o Comando Nacional dos Bancários decidiu convocar assembleias nas bases de cada sindicato. Elas ocorrerão na terça-feira, 25, de forma virtual.

Bancos continuam lucrando

Mesmo neste momento de crise econômica, os bancos seguem lucrando alto. No primeiro semestre deste ano, o lucro dos quatro maiores – Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil – chegou a R$ 28,5 bilhões. A CAIXA ainda não divulgou seu balanço.

Em 2019, os lucros somados dos cinco maiores bancos alcançaram R$ 108 bilhões, um crescimento de mais de 30% em relação a 2018. E a economia já estava em crise.

Próximas rodadas de negociação

  • 21/08 – 11h
  • 25/08 – 14h
  • 26/08 – 14h
  • 27/08 – 14h
  • 28/08 – 11h

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com SP Bancários

 

Compartilhe: