Na primeira reunião da Campanha Nacional 2020, realizada por videoconferência, na manhã desta sexta-feira, 3, a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) acenou com a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por dois anos. Financiárias e financiários de Minas Gerais foram representados na negociação por Marco Aurélio Alves, diretor do Sindicato, e Carolina Gramiscelli, que é diretora da Fetrafi-MG/CUT.

“Está é uma antiga reivindicação nossa, assegurar os direitos da categoria por um período mais longo”, afirmou Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Financiários. “Nós queremos discutir agora os avanços para a categoria, além das cláusulas econômicas”, completou.

A próxima reunião ficou marcada para o dia 10 de julho.

A Comissão de Organização dos Financiários enviou a pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, no dia 10 de junho.

Para o diretor do Sindicato, Marco Aurélio Alves, as negociações com os patrões serão extremamente difíceis devido à grave crise econômica e de saúde mundiais devido ao coronavírus. “O aceno com a renovação de uma CCT para dois anos, por parte das financeiras, nos traz mais tranquilidade para enfrentarmos os novos desafios postos aos trabalhadores nesses tristes tempos de pandemia”, afirmou.

Já para Carolina Gramiscelli, diretora da Fetrafi-MG/CUT, a próxima reunião entre o Comando Nacional de Negociação e a Fenacrefi, agendada para 10 de julho, será crucial para os rumos da Campanha Salarial dos financiários. “Nos manteremos firmes na defesa dos direitos fundamentais das trabalhadoras e dos trabalhadores das financeiras. Essa é a nossa missão”, destacou.

 

Negociação virtual ocorreu nesta sexta-feira, 3

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: