O Sindicato alerta os trabalhadores do Bradesco para que sigam com rigor o protocolo de saúde do banco para a pandemia de coronavírus. Caso contrário, poderão ser demitidos por justa causa.

Há registro de dois casos que ocorreram recentemente, em São Paulo, com funcionários: uma bancária que testou positivo para Covid-19 e, mesmo assim, foi ao local de trabalho; e um bancário que estava em quarentena, pois trabalhava em local com caso confirmado, e descumpriu o afastamento ao visitar uma agência.

Mesmo com atuação do movimento sindical, o Bradesco foi irredutível e comunicou que não irá reverter a justa causa.

Funcionárias e funcionários do Bradesco devem estar atentos e ficar em casa quando esta for a orientação do banco. O trabalhador que testar positivo, ou mesmo tiver suspeita, deve imediatamente comunicar seu gestor para que seja providenciado o afastamento.

O Sindicato dos Bancários de BH e Região está acompanhando a situação das unidades e atento a todos os casos de suspeita ou confirmação de Covid-19. A entidade vem prestando assistência aos trabalhadores e cobra que o Bradesco cumpra o protocolo contra o coronavírus.

É importante destacar, também, que funcionárias e funcionários devem fazer sua parte e adotar as medidas de proteção para garantir sua própria saúde, a dos colegas e dos clientes.

 

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

 

Compartilhe: