Representantes dos funcionários do Banco do Brasil voltaram a cobrar um posicionamento da diretoria da Cassi sobre a ampliação da Lista de Materiais e Medicamentos Abonáveis (Limaca) e a redução dos valores de coparticipação na Cassi. Nesta quinta-feira, 25 de março, representantes dos associados se reuniram com a diretoria da Caixa de Assistência dos Funcionários para avançarem na resolução desses temas.

A Cassi apresentou dados sobre telemedicina e da coparticipação, que serão analisados pelas entidades representativas até a segunda-feira, 29 de março, quando haverá uma nova reunião.

A redução da coparticipação dos funcionários do BB à Cassi é um compromisso feito em Mesa de Negociação entre as duas partes, isto é, de um lado a diretoria da Cassi e, de outro, as entidades que representam os funcionários. A proposta é retomar os índices de coparticipação praticados em 2018.

A Contraf-CUT e demais entidades também pedem a revisão da Limaca. Elas apontam que, no início de 2020, a Cassi excluiu várias patologias severas, reduzindo em 70% a lista. Quanto a essa questão, a diretoria da Cassi se comprometeu a apresentar uma nova Limaca até maio.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: