Bancárias e bancários do Santander da base de BH e região aprovaram, em Assembleia virtual realizada nos dias 13 e 14 de maio, a renovação por dois anos do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) aditivo, do acordo do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e dos termos de compromisso Banesprev e Cabesp.

A renovação foi conquistada em mesa de negociação entre o banco e os representantes dos trabalhadores, com a participação do Sindicato.

“Com a aprovação na Assembleia, garantimos todos os direitos conquistados pelos funcionários do Santander e ainda melhorias no auxílio à educação. Esta é mais uma vitória da nossa organização. Com a votação virtual, pudemos proteger a saúde dos trabalhadores ao mesmo tempo em que foi assegurada uma decisão democrática. Seguimos em luta para defender nossos direitos”, afirmou Davidson Siqueira, que é funcionário do Santander e diretor Financeiro do Sindicato.

Acordos aprovados

Entre as 41 cláusulas do ACT aditivo, estão direitos importantes conquistados pelos funcionários do Santander, como:

  • Adicional por tempo de serviço (cláusula 4)
  • Auxílio para filhos com deficiência (cláusula 9)
  • Sistema Alternativo de Controle de Jornada (cláusula 11)
  • Jornada de trabalho (cláusula 12)
  • Estabilidade provisória para empregados em regime de pré-aposentadoria (cláusula 21)
  • Assistência médico-hospitalar para empregado despedido (cláusula 23)
  • Plano de Cargos, Salários e Carreiras (cláusula 26)
  • Fórum de Saúde e Condições de Trabalho (cláusula 27).

Além disso, o ACT negociado este ano traz melhorias no programa de auxílio à educação (cláusula 10), com a extensão das bolsas para cursos de MBA, redistribuindo a quantidade total entre modalidades de primeira graduação, primeira pós-graduação e MBA.

Também foi conquistada a renovação do acordo de PPRS, que será reajustado pelo mesmo índice que for definido na Campanha Nacional dos Bancários. O acordo trata ainda da autorização do desconto de 1,5% a ser efetuado em função da negociação coletiva realizada.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: