A primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) Saúde Caixa que aconteceu nesta quinta-feira, 14 de janeiro, por videoconferência, teve o  objetivo  de criar uma proposta de formato de custeio e de gestão, que passará pelo crivo da mesa permanente de negociação e, posteriormente, dos beneficiários, antes de entrar em vigor a partir de 2 de janeiro de 2022.

Nesta primeira reunião de apresentação, Fabiana Proscholdt, coordenadora do GT Saúde CAIXA e também da CEE/CAIXA, reforçou que o GT é fruto da negociação do Acordo Coletivo e tem como princípio a construção de consenso de propostas para sustentabilidade e viabilidade do plano de assistência à saúde dos empregados.
Os representantes dos empregados ressaltaram que vão manter uma comunicação com os usuários do plano de saúde para compartilhar informações sobre o andamento das negociações, respeitando o sigilo de dados e o acordo de confiabilidade entre as partes. “O Saúde Caixa para todos foi uma grande conquista do acordo coletivo. Como representantes dos trabalhadores, é essencial mantermos esta interlocução com todos os beneficiários do plano”, salientou Fabiana Proscholdt.

Depois de muitas reivindicações e longas negociações, a CAIXA reabriu o Saúde Caixa no dia 8 de janeiro. Esta foi uma das maiores conquistas da Campanha Nacional dos Bancários de 2020 e está no Acordo Coletivo 2020/2022. Em 2019 foi lançada a campanha “Saúde CAIXA para Todos” para que todos os empregados fossem incluídos no plano de assistência à saúde. Nesta reabertura cerca de 3 mil empregados além de seus familiares devem entrar no Saúde Caixa.

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e RegiãoCOM Contraf-cUT

Compartilhe: