A isenção de Imposto de Renda incidente sobre participação dos trabalhadores nos lucros ou resultados (PLR) subiu de R$ 6 mil para R$ 6.270 em 2014. A informação está na Instrução Normativa nº 1.433 da Receita Federal, publicada nesta quinta-feira, 2, no Diário Oficial.

A isenção do imposto entrou em vigor no início do ano passado, atendendo a uma demanda antiga das centrais sindicais. Anteriormente, havia tributação de 27,5% para todas as faixas da PLR.

De acordo com a instrução normativa, haverá cobrança progressiva de IR para valores a partir de R$ 6.270.

Assim, será cobrada alíquota de 7,5% para PLR com valores entre R$ 6.270,01 e R$ 9.405. Para valores entre R$ 9.405,01 e R$ 12.540, a alíquota é 15%. A alíquota de 22,5% é aplicada para quem receber de R$ 12.540,01 a R$ 15.675. Para valores de participação nos lucros acima de R$ 15.675, a alíquota é 27,5%.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT e Agência Brasil

Compartilhe: