O Carnaval Sem Aids e o Bloco do Pirulito têm quase três décadas de história no combate ao HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). No período do Carnaval, o Sindicato promove uma campanha de conscientização, com a distribuição de materiais informativos e músicas próprias.

Uma destas marchinhas, que acompanhou o Bloco do Pirulito durante vários anos, destacava a importância do uso do preservativo com a estrofe “Arroz, feijão para comer e a camisinha pra se proteger”. Em várias outras edições, sambas foram produzidos para o Carnaval Sem Aids pelo compositor e puxador de samba Enilson Nascimento.

Mesmo sem festas e aglomerações, o Sindicato produziu a Marcha da Vacina para o Carnaval 2021, com foco no combate à pandemia da Covid-19.

Ouça, abaixo, a marchinha deste ano (veja também a letra) e algumas de anos anteriores:

MARCHA DA VACINA
(Rogerinho e Erlane de Oliveira)

Mandaram tomar cloroquina
eu não sou bobo
quero a vacina
Sem carnaval minha gente
Sejamos todos conscientes

É o bloco do pirulito
Manda o recado
deixa bem dito
Não quer aglomeração
é o carnaval da proteção

Mandaram tomar cloroquina
Não cuidaram bem da pandemia
mentiram até…
dizendo que você vai virar jacaré

É o bloco do pirulito
que avisa e deixa bem dito
Quem manda esse recado
é o sindicato dos bancários.

Não terá aglomeração
é o carnaval da proteção
Mandaram tomar cloroquina
mas eu prefiro qualquer vacina.

 

2008

2010

2012

2013

2015

2017

 

Compartilhe: