Fotos: Alessandro Rodrigues

Com muita alegria e mobilização, o Sindicato lançou nesta quinta-feira, 1º de agosto, em Belo Horizonte, a Campanha Nacional dos Bancários 2013. A concentração foi realizada a partir das 11h em frente à agência do Itaú da rua Rio de Janeiro, 471, no centro da capital. O lançamento chamou a atenção de todos e a banda Brasil Paralelo –  que após a apresentação de hoje passou a ser chamada de “a banda dos bancários” –  animou os presentes com músicas que foram sucesso em diferentes décadas.

Durante o ato, o Sindicato reafirmou a importância da mobilização da categoria para vencer a intransigência dos banqueiros e das direções dos bancos federais e informou a população sobre os desafios a serem enfrentados pelos trabalhadores bancários na campanha salarial deste ano.

O conceito de mídia da Campanha foi construído coletivamente por representantes de entidades sindicais de todo o Brasil e tem o objetivo de dialogar diretamente com bancárias e bancários, convidando-os para sair às ruas com o mote “Vem Pra Luta”.

A pauta de reivindicações da Campanha definida na 15a Conferência Nacional dos Bancários e aprovada em assembleia da categoria realizada na sede do Sindicato no dia 29 de julho inclui reajuste salarial de 11,93%, composto de 5% de aumento real mais a inflação projetada, PLR de 3 salários mais R$ 5.553,15, piso de acordo com o salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 2.860,21), fim das metas abusivas e do assédio moral entre outras.

Além disso, bancários e bancárias também vão às ruas com uma agenda política abrangente, que propõe o combate ao PL 4330 que defende a terceirização sem limites, a luta pelas reformas política e tributária, pela democratização da mídia, por uma Conferência Nacional do Sistema Financeiro, pelo fim do fator previdenciário, 10% de PIB para a educação, 10% do orçamento para a saúde e transporte público de qualidade.

Para a diretora de Cultura do Sindicato, Eliana Brasil, o momento exige muita mobilização de bancárias e bancários. “Inovamos com a banda neste lançamento e ocupamos a Praça Sete, importante palco das manifestações em Belo Horizonte, para chamar as bancárias e os bancários para luta. Com um evento animado, chamamos atenção para nossas reivindicações e para a importância de todos irem às ruas para garantirmos novas vitórias”, afirmou.

Eliana lembrou que a pauta de reivindicações da categoria já foi entregue aos bancos e a primeira rodada de negociações está marcada para o dia 8 de agosto. “Seguindo o calendário aprovado na Conferência Nacional e referendado em assembleias nos sindicatos, convocamos todos para irmos às ruas também no dia 22 de agosto em uma grande passeata, com concentração às 17h30 na Praça Sete”, concluiu.

Compartilhe: