Em ofícios enviados nesta segunda-feira, 9, à presidenta Dilma Rousseff e ao ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, o movimento dos empregados da CAIXA e centrais sindicais cobraram a realização de audiência solicitada no final do ano passado. O objetivo da reunião é pedir esclarecimentos sobre as notícias veiculadas pela imprensa de que o governo federal pretende abrir o capital da CAIXA.

Os representantes dos trabalhadores cobram explicações do governo, já que o clima de apreensão cresce entre os empregados do banco público, que é um patrimônio do povo brasileiro. As entidades destacam que é essencial que a CAIXA continue 100% pública e com seu forte papel social, fomentando o desenvolvimento do Brasil.

Sindicato realiza Encontro com Delegados Sindicais no próximo dia 23 de fevereiro

O Sindicato realiza, no próximo dia 23 de fevereiro, segunda-feira, em Belo Horizonte, o Encontro de Delegados Sindicais da CAIXA com objetivo de debater estratégias em defesa de uma CAIXA 100% pública. O evento contará com a participação de delegados sindicais da base de Belo Horizonte e região, de diretores do Sindicato empregados da CAIXA liberados e não liberados, do presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, da coordenadora da CEE/CAIXA, Fabiana Matheus, e dos conselheiros de Administração eleitos, Fernando Neiva e Maria Rita Serrano.

A empregada da CAIXA e presidenta do Sindicato Eliana Brasil destacou a importância da participação de todos no encontro. “Neste momento em que nós empregados e empregadas da CAIXA vivemos a incerteza quanto à abertura do capital do banco, é de suma importância que façamos o debate sobre o nosso futuro. Sabemos da importância da CAIXA para o desenvolvimento econômico e social do Brasil e precisamos nos fortalecer para defender este importante patrimônio que é de todo o povo brasileiro. Nós, dirigentes e delegados sindicais, mais uma vez temos um importante papel a desempenhar na mobilização da sociedade em defesa de uma CAIXA 100% pública para que o banco possa continuar a fomentar as políticas sociais do governo. Para isso, a presença de todos é de suma importância”, ressaltou.

Dia Nacional de Luta

No próximo 27 de fevereiro, será realizado o Dia Nacional de Luta em Defesa da Caixa 100% Pública. O objetivo é mobilizar os mais de 100 mil empregados, as entidades representativas da categoria e toda a sociedade.

Dez mil cartazes com a frase “Eu defendo a Caixa 100% pública” já estão sendo enviados para as mais de 4 mil unidades do banco.

“A ideia é utilizar os cartazes em uma grande ação nas agências e em fotos a serem postadas nas redes sociais com a hashtag #acaixaédopovo. Vamos reforçar nossa posição contra qualquer tentativa de abertura de capital da empresa”, explicou o diretor do Sindicato e vice-presidente da Fenae, Cardoso.

Ato na Câmara

No dia 25 de fevereiro, no Auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, ocorrerá o Ato em Defesa da Caixa Econômica Federal 100% Pública. O evento será realizado pela Contraf-CUT, Fenae e pelo gabinete da deputada federal Erika Kokay (PT-DF).

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT e Fenae

Compartilhe: